Quanta falta faz ter uma ferramenta disponível para fazer um serviço na hora? Pois é, as máquinas de solda de hoje em dia mudaram bastante e alguns modelos podem soldar até o que você imagina ser impossível.

Antigamente essa ferramenta era uma caixa pesada, que fazia barulho e soldava somente um tipo de eletrodo. Atualmente as inversoras tem funções especiais que fizeram elas se popularizarem, visto que são as melhores máquinas de soldagem no mercado.

Confira abaixo 9 tópicos que irão te explicar tudo sobre Inversora de Solda.

 

1 | SOLDABILIDADE

O processo de Eletrodo Revestido parece ser o mais simples e mais fácil de soldar. Isso acontece tamanha a popularidade deste no Brasil. O fato é que está enganado quem acha isso, já que ele é na verdade um processo que exige treino e macetes.

Portanto, para se soldar um bom cordão com a solda elétrica é preciso ter habilidade e dominar bem algumas técnicas.

Os fatores que influenciam na solda do Eletrodo Revestido:

  • Amperagem correta
  • Altura do arco (distância entre a ponta do eletrodo e a peça base)
  • Ângulo do eletrodo
  • Velocidade de avanço
  • Desenho do tecimento no cordão

Os usuários menos experientes certamente tem dificuldades na hora de iniciar a solda, às vezes é difícil fazer com que ela estabilize e corra macia.

O fato é: Com uma inversora de solda fica muito mais fácil!

 

2 | SAIBA O QUE TEM DENTRO DA MÁQUINA

 

Transformadores de solda

Essas máquinas só produzem corrente alternada (AC ou CA) na saída, portanto só podem ser usadas para soldar eletrodos “E6013/OK46”, o que restringe sua aplicação em áreas industriais.

Esse tipo de máquina é super simples, e nada mais é do que um transformador normal (tipo esses que temos em casa para ligar a geladeira 220V em uma tomada 110V) com dois cabos na saída preparados para solda.

Como não possuem tecnologia alguma, essas máquinas possuem algumas limitações. Por exemplo, se a rede está fraca e a máquina recebe menos que os 220V teóricos, o eletrodo tende a grudar na peça.

Outra restrição dessas máquinas é em relação ao consumo. Geralmente é preciso ligar essas máquinas direto no padrão de energia do estabelecimento por ela consumir muita energia. Por isso, dificilmente residências possuem cabeamento que suportem o consumo desse tipo de equipamento.

 

Resultado de imagem para transformadores de solda boxer

 

Inversoras de solda

Esse tipo de máquina caracteriza-se por sua estrutura eletrônica, similar à um computador.

A eletrônica desse tipo de máquina é baseada em 4 componentes principais: Capacitor, IGBT, Diodos e o Transformador principal. Sendo que a qualidade deles é o que vai dizer se uma máquina vai ter maior ou menor durabilidade.

O Tópico 5 fala em mais detalhes do funcionamento dessas partes dentro da máquina.

Fato é: Utilizando componentes de procedência duvidosa é que alguns importadores conseguem imprimir custos mais baixos que outros. Portanto, fique atento com as inversoras de baixíssimo custo!

 

Resultado de imagem para flama boxer

 

3 | DIMENSIONAMENTO

Para dimensionar uma máquina de solda nós precisamos entender o conceito de Ciclo de Trabalho.

Por norma internacional o ciclo de trabalho é mostrado por nós fabricantes na expressão amperagem/ciclo de trabalho, como por exemplo, uma máquina de 200A@60%. Isso significa que quando ela estiver regulada para 200A, poderá soldar por 6 minutos, e terá obrigatoriamente que descansar por outros 4 minutos (6 + 4 = 10 minutos, é o período de cada ciclo).

Quer ajuda para dimensionar máquinas de solda? Clique aqui ou na imagem abaixo para acessar a nossa Calculadora para Solda!

 

CALCULADORA PARA SOLDA

 

 

Na prática

Obviamente que o soldador não irá trabalhar com um cronômetro. Por consequência, esses tempos acabam refletindo a média do que acontece no trabalho efetivo.

Nessa mesma máquina se diminuirmos a amperagem, exigiremos menos da máquina e seu ciclo de trabalho irá aumentar. Quanto menos exigimos da máquina, mais ela aguenta soldar e menos precisa descansar. Dessa maneira, até chegarmos a uma amperagem em que a máquina possa trabalhar tranquilamente.

Esse ponto é onde o ciclo de trabalho será de 100%.

Mas a máquina vai aguentar soldar por todo o tempo necessário para realizar determinado serviço?

E a resposta é sim. Por isso a Boxer criou o selo SOLDA SEM PARAR para nossa linha de inversoras.

 

 

 

 

Observação importante

Ademais, lembre-se que o selo não diz a bitola máxima do eletrodo que cada máquina solda. Por exemplo, a Flama 161 BV solda eletrodos de 3.25 mm tranquilamente, porém para serviços que exigem que a máquina trabalhe por horas com essa bitola de eletrodo é recomendado uma máquina acima.

 

 

4 | EFICIÊNCIA ENERGÉTICA E INSTALAÇÃO

Atualmente o preço da energia elétrica no Brasil desperta muita atenção nos consumidores antes da compra de qualquer equipamento elétrico.

Os populares transformadores consomem em média 40A quando estão soldando, e seus 7A enquanto ligados à rede mesmo sem soldar (chamado de consumo em vazio). Já uma inversora de solda consumirá em torno de 12A, e enquanto repousa ligada à tomada consumirá praticamente nada.

Ter uma máquina inversora de solda significa ter várias vantagens, algumas delas são:

  • Soldar em locais de difícil acesso com a inversora de solda a tiracolo como uma maleta.
  • Estender os cabos de ligação da máquina à rede elétrica sem precisar usar cabos grossos.
  • Ligar a máquina à tomadas padrão residencial de 10 ou 20A de acordo com o modelo da máquina

Se você é um prestador de serviços e quer se beneficiar dessas vantagens, fale com um consultor online via chat.

 

5 | COMO FUNCIONA UMA INVERSORA DE SOLDA

Toda e qualquer máquina de solda é nada mais nada menos que um controle sobre a energia que ela pega da rede elétrica. Elas são alimentadas pela rede com uma tensão (V) “Alta” e uma corrente (A) “Baixa”. A função da máquina de solda elétrica é “modificar” essa forma de energia que ela pegou da rede e torná-la útil para derreter um consumível. Seja ele um eletrodo revestido, uma vareta TIG ou um arame MIG.

No caso das inversoras, sua constituição se dá basicamente através da eletrônica. Assim, pegamos todo aquele peso e brutalidade do transformador de solda e substituímos pela eletrônica de potência.

Se quiser conhecer uma linha de Inversoras Industriais visite esses 2 links: MIG/MAG e TIG

 

O funcionamento

1º – Transforma a energia de entrada (110 ou 220V) de CA (corrente alternada) para CC (corrente contínua)
2º – Induz uma alta corrente de saída através de semicondutores de potência
3º – Estabiliza o arco elétrico para uma solda macia e perfeita

Com a Corrente Contínua (CC ou DC) na saída, temos condições de soldar qualquer tipo de eletrodo revestido. Aqui já estamos nos referindo às excelentes inversoras Boxer. Atualmente não apenas temos inversoras baratas, como também que apresentam altas performances até para soldar um eletrodo simples como o E7018 (OK48).

Paralelamente ao induzir uma alta corrente (graças aos semicondutores de potência IGBT’s/Mosfet’s e Diodos) conseguimos reduzir e muito o tamanho do transformador, e por conseguinte o peso e tamanho da máquina. Além é claro de ganhar em recursos com os controles eletrônicos presentes nessas máquinas.

 

Resultado de imagem para touch boxer soldas

 

O segredo da inversora de solda

O que determina o tamanho do transformador entre outros fatores é a frequência de operação (Hz). Portanto o que o inversor faz é elevar essa frequência de operação para níveis muito altos. Alguns projetos atualmente chegam a 100.000 Hz, que é mais de 1500 vezes a frequência da rede elétrica (60 Hz) que alimenta a máquina.

Dessa maneira o tamanho do transformador é drasticamente reduzido.

 

comparação-transformador-inversora

 

Após a corrente sair do transformador ela passa para sua última fase dentro da máquina. Antes de sair pelos cabos de solda, o indutor. Como resultado, ele vai filtrar e fazer com que a qualidade da onda elétrica deixe a solda o mais suave e perfeita possível.

Esse ponto é crucial para uma determinada inversora ter uma solda com baixo nível de respingos por exemplo.

6 | SOLDA TIG

As inversoras de solda Boxer realizam também o processo de solda TIG.

Detalhe: Soldam TIG de raspagem apenas para metais ferrosos (aço carbono e inox).

Para soldar TIG com essas máquinas é muito simples. Basta utilizar uma tocha com válvula e engate rápido padrão (9 ou 13mm), conectar essa tocha à um cilindro de gás argônio.

A tocha será conectada ao terminal negativo e o cabo com a garra será o terminal positivo da máquina. Logo depois disso, basta treinar para adquirir a prática necessária para a solda TIG, que por sua vez é muito delicada e técnica. Após liberar o fluxo de gás através da tocha o operador deve realizar a abertura do arco manualmente.

 

Abertura por Raspagem

Como o próprio nome já diz, para se abrir o arco aqui é necessário arrastar a ponta afiada do tungstênio na chapa e levantar em seguida. Após esse movimento o arco elétrico do processo TIG está estabelecido e a solda vai acontecer normalmente.

 

Abertura Lift Arc

Para realizar esse método é preciso que a máquina seja preparada para tal. A diferença dele para o processo de raspagem é que aqui o soldador precisa apenas encostar e levantar o tungstênio na peça, que então o arco de solda TIG está aberto.

 

 

Observação: Para finalizar o cordão em ambos os processos, o operador precisa então fechar a válvula de gás manualmente.

 

7 | FUNÇÕES ESPECIAIS

A Boxer já incorporou no projeto base de todas as inversoras algo que facilita bastante a abertura e a estabilidade do arco de solda.

São elas basicamente 3 funções: Hot Start, Arc Force e Anti Stick.

  1. Hot Start – Pode ser traduzida e resumida em Partida a Quente. É uma força extra que a máquina envia ao eletrodo no momento em que ela detecta a necessidade de abrir o arco, isso facilita e muito a abertura.
  2. Arc Force – Evita que o arco apague em situações onde o soldador deixa o eletrodo chegar muito próximo à peça, evitando que esse grude (arco curto) ou quando o eletrodo fica muito longe da peça (arco longo).
  3. Anti Stick – Quando por ventura o eletrodo gruda na peça, a máquina habilita essa função que diminui rapidamente a corrente ao mínimo para facilitar a retirada do eletrodo.

 

 

8 | TRANSFORMADOR x INVERSORA DE SOLDA

Mas qual máquina é melhor?

Obviamente cada um tem seu ponto de vista. Mas confira abaixo o Infográfico que preparamos para resumir os pontos fortes e fracos que fazem a diferença em nosso cotidiano.

Também fizemos um post sobre esse assunto, lá você pode encontrar mais detalhes sobre cada uma dessas máquinas. Clique aqui para conferir.

 

infografico-inversora-de-solda-transformador-de-solda

 

Resumindo:

  • A Inversora de solda é mais leve e dessa maneira, mais portátil.
  • Mais fácil de instalar (principalmente a Bivolt, confira aqui o nosso modelo)
  • Mais econômica
  • Mais versátil

A única questão que vai a favor do transformador seria a durabilidade.

 

9 | DICAS DE MANUTENÇÃO

As inversoras de solda requerem o menor esforço para manutenções preventivas. O porta eletrodo, a garra negativa, a tocha TIG, seus cabos e conexões são as únicas partes que ficam externas. Para cuidar dessas peças basta checar visualmente a boa condição destes.

Manter a conexão do engate rápido macho e o fêmea o mais apertada possível significa de evitar problemas futuros. Caso essa conexão esteja frouxa, pode-se gerar ali um superaquecimento causando o derretimento dos conectores. Em casos mais extremos a queima da máquina.

Para manutenções preventivas deve-se contar com um técnico qualificado para checar as conexões, cabos e acumulo de poeira nas placas eletrônicas ou ventilador.

É interessante que periodicamente se realize uma limpeza com um ar comprimido seco no equipamento. Sem abrir é possível fazer isso pelas venezianas e aberturas no painel.

 

Resultado de imagem para inversora de solda boxer

 

Agora você já sabe tudo o que precisa sobre a inversora de solda…

Se você gostou desse post, deixe nos comentários a sua opinião!

E se deseja adquirir um equipamento fale com um consultor em nosso Chat Online no canto inferior direito de sua tela. Ou se deseja vender equipamentos Boxer clique aqui.